Sindicato assegura compromisso da Prefeitura com concurso público, pagamento de gratificações, participação em nova negociação para reajuste e reposição salarial, reformas e segurança em unidades de Saúde

Avanços da categoria

A presidente e o vice-presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, respectivamente, Dra. Mayra Pinheiro e Dr. Antônio Fernando Melo Filho, conseguiram assegurar, nesta terça-feira (6), o compromisso da Prefeitura de Fortaleza com importantes pautas da categoria médica como a realização de concurso público, a implantação e pagamento retroativo de gratificações pendentes, a participação em nova rodada de negociações em torno das propostas de reajuste salarial e reposição das perdas – prevista para agosto –, bem como a garantia de reformas de hospitais e o apoio da gestão ao pleito do Sindicato de incluir unidades de saúde no ‘Ceará Pacífico’.

Tais pautas foram debatidas em reunião – solicitada através de ofício protocolado em 10 de janeiro último – ocorrida no fim da tarde, no Paço Municipal, com o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, a secretária de Saúde do Município, Joana Maciel, a secretária adjunta da Saúde, Itamárcia Araújo, e o diretor de gestão da Rede Hospitalar do Município, Romel Araújo. Ainda participaram do encontro: o secretário geral do Conselho Regional de Medicina do Estado do Ceará (CREMEC), Dr. Lino Antônio Cavalcanti Holanda; os diretores do Sindicato, Dra. Adriana Paula Araújo da Silva Melo, Dr. Edmar Fernandes e Dr. Márcio Pinheiro, bem como membros da Assessoria Jurídica da referida entidade; além dos médicos dos Frotinhas de Messejana e Parangaba, respectivamente, Dra. Rute Maria Araújo Cavalcante e Dr. Rafael Patrocínio de Paula Costa.

Concurso
Na oportunidade, o prefeito assegurou que, em breve, a Prefeitura de Fortaleza lançará edital para concurso público na área, priorizando a saúde mental.

IJF 2
Ele também afirmou que a previsão de término da obra física do novo Instituto Dr. José Frota (IJF 2) é no próximo mês de abril e que a unidade deve começar a funcionar, efetivamente, em junho de 2018, quando estarão instalados os equipamentos necessários, bem como serão dimensionadas as equipes de trabalho, com a convocação dos aprovados no último concurso direcionado ao hospital e, caso necessário, a realização de um novo certame.

Reformas de unidades e manutenção de aparelhos
Questionado sobre o ambiente de insalubridade, para profissionais e pacientes, em unidades que necessitam de reparos e reformas em suas estruturas físicas, o prefeito destacou a execução de obras nos Gonzaguinhas, Frotinhas e Hospital Nossa Senhora da Conceição, localizado no Conjunto Ceará.

O Sindicato dos Médicos também reivindicou o reparo de equipamentos para exames, como mamógrafos. Segundo os gestores municipais, a Prefeitura já contratou serviço de engenharia clínica para a manutenção preventiva e conserto de aparelhos da rede municipal de Saúde.

Segurança
Outro avanço conquistado pelo Sindicato é o apoio da Prefeitura para garantir segurança, a profissionais e pacientes, nas unidades de saúde. O prefeito Roberto Cláudio assegurou o redimensionamento dos policiais deslocados para o IJF Centro e afirmou que a gestão municipal buscará atuar em conjunto com o Governo do Estado no desenvolvimento de ações de segurança na saúde.

O pleito do Sindicato, lançado através da Campanha Saúde Precisa de Segurança em 26 de julho de 2016, foi apresentado ao Secretário Estadual de Segurança, André Costa, na última segunda-feira (5).

O Sindicato, em parceria com o CREMEC, entregará, nos próximos dias, uma lista com os nomes das unidades que necessitam de efetivo policial.

Gratificações, reajustes e licenças
Na reunião também foi acordada uma força-tarefa, entre Sindicato e Prefeitura, para a elaboração de um calendário de implantação e pagamento retroativo de gratificações pendentes dos médicos chamados nos últimos concursos. Para tanto, o Sindicato está convocando os que ainda não tiveram implantadas as devidas gratificações, a que fazem jus, a comparecerem à sede da entidade, entre os dias 12 e 30 de junho, munidos com o protocolo de requerimento administrativo de gratificação.

Em relação às propostas de reajuste salarial e reposição das perdas, o Prefeito foi enfático em afirmar que, no momento, não há nenhuma possibilidade da gestão municipal conceder qualquer um destes para os servidores da administração como um todo. No entanto, ele garantiu que abrirá, no próximo mês de agosto, nova rodada de negociações em torno das propostas pleiteadas.

A justificativa para tal decisão, segundo Roberto Cláudio, é a crise econômica vivenciada no País. Mesmo motivo pelo qual o Prefeito ratificou a decisão, publicada através de decreto no último mês de janeiro, que suspende pelo período de 3 anos o deferimento do gozo ou pagamento de licença prêmio e licença especial por parte dos servidores públicos do Município.

Imagens da reunião:

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Close