Cirurgiões e anestesistas da Santa Casa de Fortaleza reivindicam continuidade de procedimentos cirúrgicos na unidade

Dia do Médico

Em manifestação, na manhã de hoje, na Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza, médicos – especialmente cirurgiões e anestesistas – denunciam a falta de verbas que acarretaram a suspensão, desde o último dia 13, até o fim deste mês, de todas as cirurgias agendadas no hospital, cuja parte considerável da despesa mensal é do Sistema Único de Saúde (SUS), repassada através da Prefeitura Municipal de Fortaleza (PMF).

Leia ainda: No Dia do Médico, Sindicato promove ato em prol de cirurgias na Santa Casa

SINDICATO ACOMPANHA VISITA DE PARLAMENTARES A UNIDADES DE SAÚDE DO CEARÁ

O ato, mobilizado pelo Sindicato – representando pelo secretário geral, Dr. Paulo Everton Garcia Costa e pelo diretor de defesa profissional, Dr. Marcelo Esmeraldo Holanda –, em parceria com a Cooperativa dos Cirurgiões Gerais do Ceará (Coocirurge), o Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC), o Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva (CBCD) e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Minimamente Invasiva e Robótica (Sobracil), contou com a cobertura da imprensa e a adesão de pacientes da Santa Casa.

Confira as imagens: 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

 

Close