Eleições Sindicais 2018: nota de esclarecimento à categoria e, principalmente, aos associados

Eleições Sindicais 2018: nota de esclarecimento à categoria e, principalmente, aos associados

A atual diretoria do Sindicato dos Médicos do Ceará vem a público esclarecer fatos decorrentes do processo eleitoral em curso na entidade – para o triênio 2018-2021 –, que vêm ganhando repercussão distorcida em posts nas redes sociais do movimento intitulado “Médicos pela Democracia”:

1. O Sindicato reitera que vem cumprindo, rigorosamente, todas as prerrogativas e deveres que lhe cabem no processo e cujo Edital e Estatuto vigente determinam;

2. Entre as normas éticas e legais de atuação dos postulantes e envolvidos no pleito, previamente estabelecidas, destacam-se:

“Apenas após a Junta Eleitoral deliberar sobre possíveis impugnações, nulidades e ou recursos – cujos prazos para justificativa, notificação, defesa e decisão são de 17 (dezessete) dias úteis a contar da publicação da relação da(s) chapa(s) inscrita(s) –, se iniciará o período de campanhas eleitorais, sempre com civilidade e respeito entre os candidatos e para com a Entidade Sindical. Os excessos cometidos por candidatos contra a Entidade Sindical e ou chapa(s), e seus membros, poderão ensejar em exclusão dos praticantes desses referidos atos do pleito, sem descartar a possibilidade de medidas legais cabíveis”;

3. Ao Sindicato, as duas chapas inscritas tem se apresentado através de suas respectivas assessorias jurídicas e dois associados não candidatos – indicados por cada uma delas –, integrantes da Junta Eleitoral, à qual compete deliberar sobre impugnações, recursos e todos os ritos concernentes ao processo, em resposta às demandas apresentadas por ambas;

4. Em conformidade com o Estatuto, a Junta Eleitoral também é composta por um membro da diretoria que, neste pleito, é representada pela presidente, Dra. Mayra Pinheiro, não candidata por nenhum dos grupos inscritos, assim como os outros 24 dos 30 membros que compõem a atual estrutura sindical;

5. Concomitante ao processo eleitoral, o Sindicato dá sequência ao seu trabalho e, dentre as atividades deste ano, promoveu, no último dia 15/12, ato em prol da Saúde e gravação de vídeo em homenagem ao médico José Otho Leal Nogueira, para o qual toda a categoria foi convocada através de informes nos veículos de comunicação oficiais da entidade.

Ademais, a diretoria do Sindicato dos Médicos do Ceará, legitimamente referendada por seus associados, respeita a criação e os posicionamentos de grupos, como o “Médicos pela Democracia”, desde que estes, assim como os fundamentos democráticos, atuem com ética e responsabilidade, em consonância com as regras e leis estabelecidas e discutidas previamente, sem permitir que interesses particulares e de projetos de poder se sobreponham aos objetivos e princípios comuns da categoria. Ações desvirtuadas da legalidade e, sem a verídica fundamentação, ficam, assim, sujeitas às medidas legais cabíveis.

Por fim, considera que o fortalecimento da categoria também é fruto de atuação CONTÍNUA, UNIFICADA E PARTICIPATIVA DE TODOS, não necessariamente atrelada às prerrogativas e deveres inerentes a um mandato e ou cargo. Por isso, o Sindicato está sempre de portas abertas, através de seus diversos canais, a todos que somem esforços pela valorização, promoção, defesa da atividade médica e, consequentemente, melhoria dos serviços públicos de Saúde.

Vale lembrar que, de 31 de janeiro a 02 de fevereiro de 2018, associados poderão exercer seu direito ao voto e escolher, democraticamente, os médicos que conduzirão a entidade nos próximos três anos.

Fortaleza, 29 de dezembro de 2017
Diretoria do Sindicato dos Médicos do Ceará

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do Ceará

Close